SRT Prefeita TAMIKO sensível à falta de condições sociais, afetivas e/ou financeiras de pacientes, homologa licitação p/ implantação de Serviço Residencial Terapêutico em ANDRADINA.

10/11/2018 08:42

“SRT é um espaço privilegiado na construção da autonomia de pacientes com longo período de internação psiquiátrica, sendo cotidianamente resgatadas a cidadania e sua identidade nas atividades diárias”

DIÁRIO OFICIAL DE 10/11/2018
PREFEITURA MUNICIPAL DE ANDRADINA
SECRETARIA MUNICIPAL DA SAÚDE
Extrato de Homologação. Processo 104/18 – Pregão 63/18.

Objeto: Aquisição de diversos mobiliário, eletrodomésticos, utensílios de copa, cozinha, material de cama, mesa e banho, para implantação de Serviço Residencial Terapêutico.

Considerando a regularidade do procedimento, hei por bem, com base na lei federal nº 10520, de 17 de julho de 2002, Homologar, o Item do objeto licitado, a empresa: THADS SERVIÇOS EIRELI. Andradina, 09 de novembro de 2018. Tamiko Inoue – Prefeita.

Extrato de Contrato. Processo 104/18 – Pregão 63/18. Contratante: PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE ANDRADINA. OBJETO: Aquisição de diversos mobiliário, eletrodomésticos, utensílios de copa, cozinha, material de cama, mesa e banho, para implantação de Serviço Residencial Terapêutico. Pagamento: 10º (Décimo) dia após a emissão da Nota Fiscal. Da Entrega: 15 (quinze) dias. Contratados: THADS SERVIÇOS EIRELI. Valor do Contrato: R$ 3.100,00 (Três mil e cem reais). Data do Contrato: 09 de novembro de 2018. Tamiko Inoue – Prefeita. https://www.imprensaoficial.com.br/DO/BuscaDO2001Documento_11_4.aspx?link=/2018/executivo%2520secao%2520i/novembro/10/pag_0245_85cb0c15e780a61035dbd0c7ba49e98a.pdf&pagina=245&data=10/11/2018&caderno=Executivo%20I&paginaordenacao=100245

 

O SRT é um espaço privilegiado na construção da autonomia de pacientes com longo período de internação psiquiátrica, sendo cotidianamente resgatadas a cidadania e sua identidade nas atividades diárias. O SRT é uma estratégia para desospitalização e extinção dos Hospitais Psiquiátricos, pois muitos pacientes, devido institucionalização por muitos anos, romperam com os vínculos familiares e sociais, assim é necessário o acompanhamento por uma equipe interdisciplinar num processo de reabilitação psicossocial.

Muitas pessoas tem longos períodos de internação, fora do quadro agudo. Estes pacientes usam o hospital como moradia devido à falta de condições sociais, afetivas e/ou financeiras, no entanto, poderiam se beneficiarem de um tratamento extra-hospitalar como o Serviço Residencial Terapêutico.

 

Voltar

© 2011 Todos os direitos reservados.

Crie um site grátisWebnode